Universidade do Minho

Centre of Biological Engineering

Descrição das principais atividades de pesquisa e desenvolvimento

O engenheiro selecionou cepas de leveduras robustas para o co-consumo de vários açúcares derivados de várias correntes de biorrefinaria e para uma melhor tolerância ao inibidor gerada a partir de substratos renováveis; Auto-hidrólise clássica e organossolv como pré-tratamentos para diferentes tipos de biomassa; Processos de fermentação com microorganismos robustos selecionados; Intensificação de processos através de altas cargas sólidas e estratégias de polpa completa e otimização de múltiplas etapas; Fermentação de biogás, BioH2, BioCH4, biolíquidos (butanol), syngas; Análise em escala genômica das plataformas de engenharia metabólica transcriptoma, proteoma e fluxoma e in silico para simulação de redes metabólicas e otimização de cepas bacterianas; Projeto de processo e ACV da cadeia de valor das biorrefinarias. Liderança / participação em vários projetos relacionados às biorrefinarias: BioTecNorte - Biotecnologia de base para fomentar a bioeconomia do norte de Portugal; Novos anaeróbios para uma economia de base biológica (ERC), multiborefinerais - Estratégias de múltiplos propósitos para a valorização de subprodutos agro-florestais e pesqueiros de banda larga: um passo à frente para uma biorrefinaria verdadeiramente integrada; Desenvolvimento de uma estratégia transfronteiriça para a valorização eco-sustentável da biomassa residual do setor vinícola em biorrefinarias integrais para a produção de biocombustíveis e bioprodutos; Desenvolvimento de tecnologias ecológicas para hidrólise de biomassa e resíduos da indústria de celulose e papel; Engenharia metabólica sistemática de Saccharomyces cerevisiae para ácidos graxos de alto valor e produtos derivados; Serviços de bioinformática para projeto orientado a dados de fábricas e comunidades de células. SISBI - Sistema inteligente de apoio à decisão para Biotecnologia Industrial; Aliança tecnológica para completar o ciclo de produção florestal e agroindustrial; Produção de lipídios por Yarrowia lipolytica crescendo no fluxo de resíduos / águas residuais; Valorização integrada de produtos agroalimentares por produtos para aplicações em alimentos para animais.

Contribuições-chave para o CoLab

O CEB / UM é um polo da Infraestrutura Nacional de Biomassa e Bioenergia (BBRI) desde 2016 (Roteiro da FCT 2014-2020). A CEB contribuirá para: 1) Valorização da biomassa para energia (bioetanol) e / ou bioprodutos, desenvolvimento de fábricas de células de leveduras para valorização do açúcar por fermentação; intensificação de processos através de altas cargas sólidas e estratégias de toda a pasta; integração de processos de otimização de várias etapas; 2) Valorização da biomassa para fins energéticos; produção de biohidrogênio e biometano; produção de ácidos voláteis como produtos químicos de plataforma em uma biorrefinaria; fermentação de syngas; metagenômica e metatranscriptômica para a descoberta de novas enzimas e funções metabólicas; 3) Simulação de redes metabólicas e otimização de cepas bacterianas para atingir objetivos industriais; projeto de novas vias usando abordagens de biologia sintética em bactérias; Projeto de processos (dimensionamento, estimativa de custos e análise técnico-econômica) e Análise do Ciclo de Vida da cadeia de valor das biorrefinarias.

Redes / Associações Internacionais

Entidade afiliada relacionada ao desenvolvimento, produção e transação de produtos e serviços (por exemplo, TecMinho), desenvolvimento de projetos de P&D. WETSUS - o Centro Europeu de Excelência em Tecnologia Sustentável da Água. O IB-S - Instituto de Ciência e Inovação para Sustentabilidade. O CEB integra infra-estruturas de pesquisa pan-europeias (RI): MIRRI, um RI para recursos microbianos; INSTRUCT, um RI em biologia estrutural; ELIXIR, a Infraestrutura Europeia de Ciências da Vida para Informação Biológica, o RI de Biomassa e Bioenergia, concedido pela FCT pela integração no Roteiro Nacional e Europeu do RI no campo da energia.