A4F – ALGAFUEL, S.A.

Descrição das principais atividades de pesquisa e desenvolvimento

Projeto Construção e operação do ALGAFARM - uma unidade fotobiorreatora tubular de 1300 m3, 1 ha, 12 M €, em Pataias, Portugal. No momento da construção, era a maior unidade de produção de microalgas de fotobiorreatores tubulares do mundo.

Participação em projetos europeus de pesquisa e desenvolvimento no PQ7 e H2020 GIAVAP, BIOFAT, PUFA-CHAIN, DEMA, Photofuel, ABACUS, ALFF, Photo.comm, para o desenvolvimento de tecnologias de microalgas e avaliação tecnoeconómica. O projeto BIOFAT envolveu o design, construção e operação de uma unidade de canal em cascata de 5000 m2 com 180 m3 de volume total de trabalho.

Desenvolvimento do parque empresarial ALGATEC Eco, 14 ha, 22 M €, para hospedar vários projetos industriais de microalgas, por exemplo Unidade BIOFAT.PT e recursos e protótipos de conceito de menor escala.


Contribuições-chave para o CoLab

O A4F contribuirá com todas as atividades de biomassa de algas, da cultura à colheita e valorização, pelo subsequente processamento a jusante e biorrefino. O A4F fornecerá uma capacidade de expansão significativa para a seção de algas desta proposta, uma vez que tem disponível uma planta piloto e um parque industrial que podem ser usados ​​para essas atividades. No âmbito do setor de algas, o A4F contribuirá com as atividades de pesquisa de mercado, será responsável pelo cultivo de biomassa de algas e otimizará e desenvolverá técnicas aprimoradas de fracionamento e pré-tratamento para valorizar produtos de biomassa e fluxos laterais de processos de bioenergia. O A4F também participará das atividades de análise tecnoeconómica, integração de processos e otimização, além da avaliação de sustentabilidade.


Redes / Associações Internacionais

Associação Europeia de Biomassa de Algas (EABA), Organização de Biomassa de Algas (ABO), Indústrias de Base Biológica (BBI)