Instituto Politécnico de Portalegre (IPP)

VALORIZA – Research Centre for Endogenous Resources Valorisation

Descrição das principais atividades de pesquisa e desenvolvimento

1) DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS DE RECUPERAÇÃO DE RESÍDUOS: Pesquisa aplicada ao desenvolvimento de processos produtivos de recuperação energética de resíduos e efluentes por meio de rotas de tecnologias termoquímicas, eletroquímicas e bioquímicas, com diversos desenvolvimentos em: a) avaliação do potencial energético dos recursos de biomassa por aplicação de SIG; demonstração de viabilidade tecnológica de recuperação de energia de resíduos com base em unidades piloto industriais, incluindo secadores, moinhos, densificadores, gaseificadores térmicos e fermentadores com biomassa; c) avaliação económica da recuperação de energia residual em pequenas unidades industriais. A relevância desta contribuição é transmitida não apenas pelo número significativo de projetos desenvolvidos com empresas industriais e agroindustriais, mas também pelo financiamento concedido a vários projetos nacionais (PORTUGAL 2020) e internacionais (POCTEC) realizados. Além disso, o conhecimento produzido está começando a ser utilizado para o design de unidades e equipamentos industriais.

2) FERRAMENTA NUMÉRICA E ANALÍTICA DE PROCESSO: A pesquisa desenvolvida permitiu o uso de ferramentas numéricas e analíticas para facilitar soluções a longo prazo de problemas sociais relacionados à energia, nomeadamente através do: a) desenvolvimento de modelos económico-energéticos para avaliar emissões, energia e resultados económicos de vários cenários das políticas portuguesas e européias para mitigar os gases de efeito estufa; b) análise de problemas dinâmicos de fluidos encontrados na prática de engenharia de processos de desperdício de energia (combustão, gaseificação, pirólise, etc.); c) desenvolvimento de misturas de resíduos específicas para produzir syngas de alta qualidade em gaseificadores quase industriais, por meio de abordagens experimentais e numéricas vinculadas por técnicas de validação e quantificação de incertezas. A relevância desta contribuição, tanto a nível nacional como internacional, é apoiada pelo impacto económico alcançado por vários projetos financiados pela FCT e por empresas portuguesas (~ 600 k €).

3) HIDROGÊNIO COMO VETOR DE ENERGIA: A entrada de hidrogênio no mix de energia abriu uma nova era para os sistemas de produção e armazenamento de energia. Embora em Portugal esse potencial não tenha sido considerado prioritário em termos de investimento / pesquisa, a pesquisa realizada permitiu sua afirmação como um vetor energético relevante no mix energético nacional. Este trabalho, apoiado por vários projetos nacionais e internacionais financiados, possibilitou não apenas o desenvolvimento tecnológico para o fornecimento de energia competitivo, seguro e de baixo carbono (eletrolisadores), mas também a dinamização do vetor H2, por meio de projetos de demonstração territorial (por exemplo, H2SE, COMPETE ), promovendo a transição nacional para sistemas energéticos sustentáveis.


Contribuições-chave para o CoLab

Desenvolvimento de projeto de processos de conversão de biomassa em combustíveis, com foco em processos de desperdício em combustível, gaseificação termoquímica, processos bioquímicos e eletroquímicos. Análise técnico-económica e processos de otimização. Tecnologias eletroquímicas para conversão e armazenamento de energia.


Redes / Associações Internacionais

n / a