Universidade Nova de Lisboa

MOSTMICRO-ITQB, UCIBIO, LAQV

Descrição das principais atividades de pesquisa e desenvolvimento

A equipe da UNL trabalhou extensivamente no tópico das biorrefinarias, nomeadamente no desenvolvimento de tecnologias ecológicas e económicas para recuperação de recursos e valorização de resíduos e no desenvolvimento de fábricas de células, tanto do ponto de vista computacional quanto do laboratório húmido, para uma variedade de matérias-primas e produtos finais. Participação em projetos de pesquisa da UE relacionados às biorrefinarias: SALTGAE - Projeto de demonstração para provar a viabilidade técnico-econômica do uso de algas no tratamento de águas residuais salinas da indústria de alimentos; INCOVER - Ecotecnologias inovadoras para recuperação de recursos de águas residuais; RES-URBIS - Recursos do URbanBIo-waSte; EuroPHA - Nova tecnologia para impulsionar a bioeconomia europeia: reduzindo os custos de produção do biopolímero de PHA e expandindo suas aplicações como bioplástico 100% compostável para embalagens de alimentos; PHASEPLIT - Novo reator anaeróbico bifásico de ácido / gás para águas residuais industriais das indústrias de PME de alimentos e bebidas; SOLVER - Purificação e reciclagem de solventes na indústria de processos usando tecnologia inovadora de membranas O-WaR - Um processo integrado de membrana para tratamento de águas residuais oleosas, reutilização de água e recuperação de subprodutos valiosos; AquaConserver - Um novo e combinado sistema de tratamento de água cinza doméstico e recuperação de calor, adequado para instalação económica em 90% dos lares europeus.


Contribuições-chave para o CoLab

A UNL contribuirá principalmente em: 1) Desenvolvimento de tecnologias verdes para fracionamento de biomassa; 2) Desenvolvimento e implementação em escala piloto de processos inovadores para produção de biopolímeros a partir de resíduos; 3) Digestão anaeróbica de resíduos com alta salina; 4) Tecnologias de membrana para separação e purificação de gases e produtos químicos; 5) Desenvolvimento de micróbios aprimorados para a produção de produtos químicos desejados a partir de matérias-primas lignocelulósicas ou gasosas, utilizando abordagens de engenharia metabólica; 6) modelagem de sistemas microbianos e uso de dados ômicos para indicar modificações genéticas direcionadas para melhorar o rendimento e a produtividade das biorrefinarias; 7) Engenharia enzimática para melhorar o desempenho de processos enzimáticos e de fermentação em biorrefinarias.


Redes / Associações Internacionais

A plataforma da UE “Acordo de Inovação” sobre tratamento sustentável de águas residuais, combinando tecnologia de membrana anaeróbica e reutilização de água. Parceiro do projeto ITN Marie Curie, soluções de engenharia e gerenciamento de recursos microbianos “Mermaid” para o ciclo da água urbana. Isabel Rocha faz parte da diretoria internacional da ELIXIR Europe (www.elixir-europe.org), uma infra-estrutura de pesquisa europeia do Horizonte 2020 que une as principais organizações de ciências biológicas da Europa para gerenciamento e proteção de dados biológicos.